Churrasco vegano sim !!!

Nem só de mato vive um vegano

E olha que eu sou fã de carteirinha da maioria desses matos, principalmente crus.

Digo mato pois existe uma infinidade de folhas que por vezes brotam no meio fio da calçada, parecendo erva daninha.

Poucas pessoas sabem o quanto são deliciosas e nutritivas, são as famosas PANCs (plantas comestíveis não convencionais).

A exemplo, temos a saborosíssima azedinha (puro sabor de limão) e o peixinho (que empanado e frito, ou assado é uma delicia).

Por conta disso, assim que chego à festa já me avisam:

” Fiz só para você, e não é uma dessas folhas que comemos no dia-a-dia, é RADICCHIO e ENDÍVIAS “.

E vejo lá na mesa, a assadeira com todas as folhas despetaladas cuidadosamente, lado-a-lado, e um fiozinho finiiiinho de azeite com um TOQUE DE AMOR todo especial de tomatinhos cereja para dar uma cor, não é verdade!?

Vai uma samambaia aí?

E agora que a moda é dizer PLANT BASED FOOD (alimentação baseada em plantas).

Estou vendo a hora que vou chegar ao churrasco e no meu prato todo especial estarão dispostas mini samambaias regadas ao molho de rosas.

E por sinal molho de rosas é divino, já a samambaia…

JESUS, MARIA E JOSÉ, isso mesmo, os três juntos porque um santo só não da conta.

 

Bora facilitar a vida !!

Fico imaginando a dificuldade do anfitrião em preparar um prato com as folhas milimetricamente dispostas lado-a-lado.

Dá para sentir que escorria o suor pela testa e a mão tremia, tamanho cuidado e preocupação misturados ao amor.

DICA 1 de salada 

Ingredientes

  • folhas (3 tipos)

Separe as folhas que você tem em casa, o legal é misturar folhas escuras e claras, se tiver a rama da beterraba então, ela é linda e tem sabor delideli.

Se quiser comprar e for de fácil acesso no seu mercado, compre as mini folhas de alface e os brotos, ficará mais charmoso.

  • 4 rabanetes  – 2 cortados em 4 (como pétalas) e outros 2 fatiados em rodelas bem fininhas.
  • abacate (ou manga) – cortado em fatias ou cubinhos
  • azeitonas pretas
  • tomate seco
  • rodelas de limão bem fininhas
  • coentro, salsinha ou salsão; escolha a que mais te agrada (opcional)
  • repolho roxo fatiado fino (opcional)
  • Queijo ralado de castanha (receita abaixo, quem quiser pode comprar pronto da Nomoo)

Preparo e montagem

Na montagem pense que estará fazendo uma mandala e libere sua criatividade, brinque na distribuição das cores dos ingredientes.

As folhas mais redondas como alface, corte em tiras ou rasgue, as mais compridas como rúcula, agrião e as minis, deixe inteiras.

Inicie pelas folhas, disponha no prato que servirá (não use bowl nessa montagem).

Por cima e no centro coloque o abacate cortado em fatias como se fosse uma flor.

Depois distribua os demais ingredientes como quiser (menos o limão).

Salpique por cima de tudo o queijo ralado de castanhas ou o coentro picado (ou os dois).

Por último disponha as rodelas de limão que darão uma alegria ao prato.

Queijo ralado de Castanha 

  • 20 castanhas
  • 1 colher de café de alho desidratado
  • 1 colher de café de cúrcuma (para dar uma cor amareladinha de queijo)
  • sal a gosto

Colocar no mini processador todos os ingredientes e bater levemente no modo pulsar (aperta e solta algumas vezes) até triturar as castanhas.

Muito CUIDADO, pois se bater demais a castanha solta óleo e vai ficando tudo grudado.

 

Boas energias com amor e alegria garantem um resultado incrível

Tenho certeza que todos os convidados vão se esbaldar com essa salada de encher os olhos e a boca.

Agora sim, tudo incluído no mesmo prato e sem sofrência para o anfitrião.

Nos últimos anos, os anfitriões das festas que tenho participado, têm arrasado na criatividade dos pratos veganos saborosíssimos.

Adoro receber durante a festa, o “feedback” de que descobriram um mundo novo de sabores, encontram receitas fáceis e diferentes para incluir no cardápio diário.

O último evento o qual fui convidada vocês já devem imaginar que foi um CHURRASCO.

Um churrasco DI-VI-NO, com todo cuidado necessário.

OPS! Acho que agora começam as dúvidas.

 

Como curtir um churrasco DI-VI-NO sendo vegano

RESPIRA E RELAXA, pois é por isso que estou aqui hoje, para dar dicas de como incluir seu amigo vegetariano no churrasco de final de semana.

Dicas: passo a passo para todos celebrarem e curtirem um verdadeiro churrasco

Vamos começar pelos cuidados principais:

A INCLUSÃO !!!

Que tal servir ao convidado algo parecido com o que todos estão comendo? Preparado na grelha também.

Assim de cara ele não se sentirá um extraterrestre diante de todos os olhares quando começarem a trazer coisas do forno ou da geladeira só pare ele. Na maioria da vezes todo mundo quer comer também.

AMOOOO quando isso acontece, nesse momento até deixo de comer para sobrar para quem quer provar da novidade.

CARNES VEGETAIS

Hoje no mercado existem várias opções de carnes vegetais deliciosas, mas tem outras terríveis, cuidado!

 

Sabor é tudo. Saúde também !!

E quando falo em saúde gostaria que vocês pensassem na saúde do nosso planeta. Como nossas escolhas podem interferir no outro.

Soja em sua maioria é transgênica, repleta de agrotóxico, então…  Tema para um futuro post. Assim como quem opta por se alimentar de carne bovina (dentre outras de origem animal),  repleta de antibióticos.

Impactam diretamente na saúde geral da população (mais um post para transcorrer sobre o tema).

 

Segue agora sugestões de marcas que já testei:

  • NO BONES  – Açougue vegano com loja em S.P. e R.J.

Eles fazem delivery e oferecem uma variedade enorme de opções, inclusive têm um kit churrasco que inclui picanha, espetinho e costela.

Confesso que eu mesma fiquei com medo e até com um pouco de nojo de provar de tão real, mas valeu a pena romper essa barreira pois é DELICIOSO.

 

  •  VEGABOM – das melhores marcas de linguiça calabresa vegetal que já provei.

Não tem aquele sabor residual que a soja deixa. Delicioso na grelha, ou na frigideira com cebola.

IMPORTANTE não colocar sal, ela já vem bem salgadinha.

No site você pode descobrir onde encontrar perto de você.

  • MUN ARTESANAL – produtos fermentados com sabor milenar todo especial.

Diferente dos tradicionais produtos a base de soja a MUN usa grãos fermentados como feijão fradinho, grão de bico e quinoa para preparar deliciosas opções.

Além de hambúrguer e peperoni (bem saborosos por sinal), na linha de produtos tem o TEMPÊ em barra.

Ele pode ser utilizado de várias formas, dentre elas grelhadinho ou no preparo de espetinhos para o nosso churrasco.

TEMPÊ??? HÃÃ???, do que se trata?

Tempê

 

 

Como trabalhar a memória afetiva na alimentação? 

Acho bem importante nesse momento, considerar que a mudança de hábito alimentar gera uma necessidade de substituição do espaço vazio por algo semelhante.

Trabalhar a memória afetiva nessa fase funciona muito bem, criando pratos que parecem ser mas não são, como todos esses produtos que indiquei até agora.

Com o tempo tudo passa, a substituição abre espaço para inclusão. 

A similaridade acaba afastando e causando desconforto, visto o que eu coloquei acima mostrando meu estranhamento ao provar a carne vegetal devido tamanha igualdade.

Hambúrguer, hambúrguer mesmo, só que não!

Outro exemplo disso, foi minha última viagem aos EUA, tentei provar o famoso IMPOSSIBLE BURGER e o BEYOND BURGER.

Desenvolvido em laboratório para conter todas as características de um hambúrguer convencional, textura, cor e sabor idênticos, produzido em laboratório com produtos e partículas de origem vegetal.

 

De sentir o cheiro já me deu um grande desconforto.

Não consegui passar da primeira mordida, era pura carne, carne de carne, vegetal, mas não parecia nada vegetal.

Ui! De lembrar arrepiou, tirei o hambúrguer e fiquei com o restante.

Mas tenho que dizer que foi sucesso geral na mesa, composta por amigos vegetarianos e não vegetarianos.

Preparo

Independentemente da escolha do cardápio, se você pretende prepara-lo na churrasqueira, é importante separar um espacinho na grelha só para isso, para que não tenha mistura de sabores e a carne vegetal não venha selada pelo sangue da carne animal.

Lembre-se de não colocar um espeto vegetariano embaixo da picanha sangrante, nem de usar a mesma chapa para grelhar carne e vegetais.

A sensibilidade aos sabores é enorme, atente-se a isso.

A pior coisa para um vegetariano é comer enganado, como por exemplo pedir uma batata frita que vem com gosto de nuggets e falafel com gosto de kibe frito.

Receita Criativa

Que tal mudar o tradicional espeto vegano de tomate, cebola, pimentão e abobrinha por ingredientes novos que surpreenderão todos os convidados?

Já vou avisando para fazer uma quantidade boa por que todos vão querer provar.

Ingredientes

Para o espetinho

  • aspargos cortados em pedaços de 4 cm
  • beringela em rodelas grossas
  • cogumelo paris partido em 2
  • brócolis em pedaços
  • couve-flor em pedaços
  • alho-porró em rodelas de 1 cm
  • erva doce fatiada
  • repolho roxo cortado em quadrado

A quantidade de legumes vai depender de quantos espetinhos pretende fazer.

Para o molho

  • 4 colheres de sopa de tahine
  • 1 dente de alho picado
  • suco de 3 limões
  • 1 xícara de água (aproximadamente)
  • 2 colheres de sopa de missô
  • azeite
  • 2 pitadas de fumaça em pó (poder ser da líquida) para dar um toque de defumado, ajuste a quantidade se necessário.

Preparo

Bata todos os ingredientes no mixer com apenas 1/2 copo de água, vai colocando aos poucos controlando a textura e o sabor. Se necessário coloque sal no final.

O molho não pode ficar muito aguado para poder grudar nos legumes.

Coloque todos os legumes cortados em um bowl e misture bem com o molho.

Usar as folhas de repolho entre um legume e outro para montar o espeto dará um colorido lindo, e o charme fica por conta do acabamento da ponta do espeto com a cabecinha dos aspargos.

Os legumes cortados em rodela evite espetar no centro, introduza pela lateral.

Abuse da criatividade ao intercalar todos os legume no espetinho de madeira e pronto, só levar para a churrasqueira.

Agora seu churrasco  já tem uma nova opção! Tenho certeza que não só o vegetarianos irão se deliciar, mas todos os convidados.

 

Beijo grande e até o próximo post

 

 

 

Veja também: