Tecnologia no passado, presente e futuro

As descobertas e inovações que mudam a vida das pessoas em qualquer época e em qualquer lugar do mundo.

 

O que é tecnologia?

Para começar nossa conversa, é importante colocar em pauta a definição do que é tecnologia.

Pode parecer que é algo bem atual, já que é uma palavra bastante utilizada nos dias de hoje, para os assuntos da modernidade.

Mas, na realidade, a tecnologia pode ser considerada desde os primórdios da humanidade. Onde foram realizados estudos e avanços na produção de ferramentas para caça ou mesmo na invenção da roda.

Na tradução da palavra, em sua etimologia grega, tecnologia quer dizer “estudo de técnica”, que vem das duas partes:

  • “Téchne” que podemos definir como arte, ou ofício e “logia”, que significa estudo.

Serve para qualquer área, não só para a comunicação. Pontuado isso, seguimos para a viagem ao Peru.

 

Peru: um país cheio de tecnologia e mistérios.

 

 

 

Todos que fazem essa viagem voltam encantados com o país, com o povo, com a história e os mistérios que ainda permeiam por lá.

A natureza é maravilhosa e ajuda a compor um cenário lindo e muito interessante entre tudo que se viveu no passado, como estão vivendo e o que será no futuro.

 

 

 

 

Por questões de profundidade de conhecimento, não será minha proposta relatar aqui datas e nomes, mas sim, minha percepção do que vi, ouvi, li e vivi nos lugares que passei.

A história do Peru tem sua base na civilização Inca.

Um povo que viveu na região entre o período de 1200 a 1532(*), até serem dominados pelos espanhóis.

Eles vieram de outros países, como Bolívia e Colômbia.

Foram se estabelecendo nos vales do Peru, rodeados de montanhas, consideradas uma proteção, com terra fértil e água abundante, para a produção e sustento.

Não tem como não se encantar com as maravilhas que os incas realizaram na sua história.

Um povo inteligente, trabalhador, inovador, religioso e místico, que deixou um legado muito importante para o país e também, para o mundo.

 

 

Tecnologia do passado

 

 

 

É um mistério como criaram as técnicas inovadoras que realizaram nos seus laboratórios agrícolas.

E também as construções incríveis que fizeram com poucos recursos.

 

 

Ferramentas e engenharia para a época, talhando de forma perfeita pedras gigantescas e fazendo os encaixes que perduram até hoje, sem qualquer argamassa para sustentar.

Qual foi a tecnologia utilizada para as construções?

 

 

 

 

Há muitos estudos feitos pelos historiadores e algumas conclusões, mas não há uma verdade absoluta.

 

 

 

 

Foram encontrados resquícios de ferramentas que ajudavam a movimentar as pedras que pesavam toneladas.

Mas, como as madeiras e cordas conseguiam sustentar? Quem colocou as pedras sobre a roldana para subir as montanhas imensas?

Não tem uma resposta muito clara nem convincente.

São muitos povoados e suas ruínas, com construções e templos que podem comprovar esse feito.

Há um mistério que reside na história dessa civilização.

 

 

A gente pode acreditar no que quiser, até mesmo em nada. Mas, é impossível não se maravilhar.

 

Tecnologia no presente

A história continua no presente, ainda com algumas escavações, com viajantes do mundo todo vivendo, registrando e compartilhando suas experiências.

Viajei com o Passaporte das Américas da Claro (merchan gratuito);

  • É um produto que permite você usar o mesmo pacote de dados que tem aqui, fora do país.

Foi muito bom não me sentir isolada, sabendo que se preciso, me achariam a qualquer momento.

Lembro que num passado não muito distante, deixava o nome e telefone de todos os hotéis que iria me hospedar, para qualquer emergência me localizarem.

O celular, nosso mini computador de bolso, também é uma segurança.

E mais, em alguns lugares, povoados e ruínas em lugares bem altos, rodeado de montanhas, achei que o celular não funcionaria.

Ledo engano. Lá estava ele, o 4G, funcionando plenamente! (outro merchan!)

Ficou fácil combinar com o motorista pelo Whatsapp quando encerrávamos o passeio e onde ele poderia nos encontrar.

É a tecnologia da comunicação trabalhando para nosso bem estar, no tempo e espaço de hoje.

 

O futuro em risco. Onde está à tecnologia?

Mas, na contramão, é triste dizer que em muitos lugares onde o 4G pegava facilmente, não havia água nos banheiros.

Vivi essa experiência em vários pontos turísticos.

O Peru, assim como o Brasil, que tem sua natureza rica e abundante, tem também um povo pouco cuidadoso com os recursos naturais.

Foi muito triste ver tanto lixo na beira do lindo rio Urubamba, que corre por todo Vale Sagrado.

Isso é de fato, uma grande preocupação para o futuro.

 

Tecnologia & futuro

Acredito que daqui a um tempo, teremos passeio com carros voadores que poderão sobrevoar as linhas de Nazca, dando visão aos geoglifos que tem na região ao sul do Peru e só podem ser vistos do alto.

Outra coisa misteriosa e mágica de lá!

Mas, enquanto essas produções tecnológicas incríveis estão sendo desenhadas e colocadas em testes, a nossa natureza segue sendo destruída, sem qualquer tecnologia que a proteja.

Temo muito que aqueles filmes futuristas, onde vemos pessoas de pele esturricada, guerreando por algo valioso como a água, tenha seu fundo de verdade.

Sinceramente, gostaria que tivéssemos a mesma inteligência e ajuda que as civilizações antigas tiveram, valorizando e cultuando as maravilhas da terra com todas suas bênçãos.

Exceto pelas criações tecnológicas mirabolantes, o nosso futuro segue bem incerto.

Valorizar e preservar a natureza é com certeza, a nossa melhor alternativa, inclusive manter os valores humanos que nos trouxeram até aqui.

 

 

 

Quem sabe dessa forma possamos ter um futuro mais “bacana” nos esperando lá na frente. Acredito muito nisso.

 

 

 

 

 

Essa foi minha lição de tudo que vivi na viagem maravilhosa ao Peru. Um país pobre, mas cheio de riquezas naturais e culturais!

Espero que tenham gostado do que dividi com vocês.

Com esperança de dias melhores sempre… deixo um beijo!

Fabiana Maia
Ƹ̴Ӂ̴Ʒ A vida sempre em transformação.

 

(*) Fontes diversas na web, com alguma variação no ano de início.
Período de expansão e final mais reconhecido; de 1438 a 1531, até serem dominados pelos espanhóis.

Veja também: