Aprendendo, desaprendendo e reaprendendo

Um processo para a vida toda!!

A vida real é feita com altos e baixos e aprender a lidar com as decepções, tristezas e tantos outros sentimentos complexos, mais os desafios do dia a dia sejam eles quais forem é um processo constante de aprendizados, desaprendizados e reaprendizados que tem começo, mas não tem fim.

À maturidade com a expansão da consciência nos ajudam à vivenciar esses processos acima com mais suavidade e sermos mais gentis conosco.

Não tem idade para se aprender

Comecei a aprender uma nova cultura e um novo idioma aos 45 anos.

Foi depois de um inesperado “pé na bunda” do trabalho que comecei a agradecer por tudo que acontecia na minha vida, mesmo o que parecia não ser bom como a demissão por exemplo e comecei a vivenciar a grande transformação em minha vida.

Bem vindo: o “Pé na bunda” que te joga pra frente!!

E no meu caso, me jogou para o outro lado do mundo, Estados Unidos: primeiro California e depois Utah.

Se não fosse esse “pé na bunda” estaria tendo uma vida “medíocre” (vida mediana) comparada com a que vivo hoje, sou profundamente grata por tudo isso!!

Medíocre porque não imaginava que podia realizar e aprender muito mais. A gente pode muito mais do que imagina!!

https://www.dicio.com.br/mediocre/

Recomecei tudo, aprendendo absolutamente tudo do zero, falar, escrever, entender, ler e essa vivência tem sido enriquecedora, revigorante e os desafios só me fortalecem e me fazem evoluir à cada dia.

Ter fé sim, mas não esperar cair do céu!!

Faça acontecer, ajude o universo ajudar você! Muitas pessoas depositam tudo (trabalho, estudo) nas mãos de Deus e dizem Deus “proverá” para tudo.

Li outro dia uma pesquisa dizendo que Brasileiros acreditam mais na fé do que em estudar e trabalhar para melhorarem de vida.

Saiba mais nesse link:

https://www.hypeness.com.br/2019/04/brasileiros-acreditam-mais-na-fe-do-que-em-estudar-e-trabalhar-para-melhorarem-de-vida/?fbclid=IwAR3b3taHkdRW4RwGA68tBqyHwsZxaOsd1QHVzYybi4S2wVw-JBUcJwhEKDg

Se a pessoa não estudar para prova não adianta rezar e pedir para Deus ajudar, vai tirar nota baixa porque não estudou o suficiente.

Se não trabalhar não vai ter dinheiro para realizar suas metas, simples assim.

É com trabalho e estudo que todo mundo consegue as coisas e a fé é apenas o “combustível” para tudo em nossa vida.

Sair da zona de conforto, parar de reclamar, ou se vitimizar vão deixar você e Deus muito mais orgulhoso de suas conquistas e de suas surpreendentes descobertas.

Estar conectado a Deus é sentir a fé nos conduzir para fazer o nosso melhor e também podermos fazer melhores escolhas de vida, principalmente no trabalho e no estudo.

Seja seu próprio mestre e seu próprio guro!!

Pare de terceirizar poder ao outro dizendo fulano é um mestre, “João ou José das coves” sabe das coisas.

Vocé é seu melhor mestre e guru!!

Aprender filtrar e se empodeirar do Deus que habita dentro de você faz toda diferença!! 

Saiba mais nesse artigo que escrevi:

http://adrianajarva.com/artigo-de-aniversario/

 

Aprendendo…!!

Observar: é um tanto batido falar disso mas quando se é jovem a gente acha que aprende apenas observando os erros alheios, mas não é bem assim, muitas coisas se aprende quebrando a cara mesmo.

Errar e fracassar tem muitas vantagens, aliás recomendo esse artigo que gosto muito ” O Poder do Fracasso” da nossa colaboradora Neuro Coach Marcela Prado:

http://adrianajarva.com/?s=O+poder+do+fracasso&submit=Procurar+no+blog

Seja gentil com você, aprenda a recalcular a rota durante o processo de aprendizado ( como o GPS faz) sem se punir, focar na solução e não no problema faz toda à diferença.

Aprenda à descansar, muitas pessoas chegam perto de realizar grandes sonhos e desistem no final ou por cansaço ou desânimo. Descansar sim, desistir jamais!!

“A dor é inevitável, mas o sofrimento é opcional”!!

Todos nós do mais rico ao mais pobre, do mais bonito ao menos bonito, do famoso ao anônimo passa por momentos desafiadores e doloridos na vida e a dor é um processo natural.

Assim como a lagarta precisa passar pelo casulo apertadinho antes de ser tornar uma linda borboleta. É um processo para descobrirmos nossas forças, que somos capazes!!

Imagina se alguém cortar o casulo do lagarto durante esse processo para aliviar a suposta “dor”, o que vai acontecer? Não vai se transformar na borboleta e não vai voar. Assim somos nós!!

Você pode muito mais do que imagina!!

Se precisa de ajuda busque, faça terapia e descubra a luz e o poder que habitam dentro de você. Todos nascemos com uma essência única e divina, fazer os ajustes, buscar ajuda faz toda à diferença.

Assumir a responsabilidade por tudo que acontece na sua vida incluindo (principalmente) os pontos fracos à serem trabalhados, desenvolver as habilidades, sair da zona de conforto, isso de fato é aprender e evoluir.

Uma história inspiradora

Conheci o José, um porteiro que trabalha no prédio da minha médica no Brasil, o José aborda todos que chegarem na recepção do prédio em inglês e quando chegou minha vez conversamos por volta de 10 minutos em inglês e perguntei a ele:

“José que lugar dos Estados unidos você morou”?

Ele respondeu: “eu nunca viajei para fora, aprendi no Youtube”.

Fiquei encantada com o José e conversando com a minha médica sobre ele, ela disse: ” ele fala comigo em Espanhol!!”.

José aprende idiomas  pelo Youtube!!

Desaprendendo…

  • Tercerizar a responsabilidade e dar desculpas: ninguém é responsável pela minha vida ou pela minha felicidade. Sou 100% responsável pelas minhas escolhas.Quando me conscientizei disso, me tornei mais seletiva, exigente e cuidadosa.
  • Procrastinar: a preguiça e aprocrastinação foram minhas pedras no caminho e foi quando decidi de fato aprender um novo idioma que adotei à disciplina, melhorei muito nesse quesito.
  • Julgar: não estou vestindo o sapato alheio, já quebrei muito a cara por julgar alguém ou situação até compreender que cada um tem sua história de vida e quem sou eu para julgar alguém? Apontar os dois dedos para alguém, me faz lembrar que tem 3 dedos virados para mim.
  • Reclamar: ” não reclamar de nada, agradecer por tudo”. Tenho esse lembrete no meu celular há quase 10 anos e com isso melhorei muito nessa questão.
  • Pessoas tóxicas: cada um escolhe seu caminho e super respeito, mas quando sinto a energia pesar e me sinto cansada ou esquesita, busco a “saída de emergência mais próxima para não me intoxicar”.

Quando não consigo essa “saída de emergência” porque preciso conviver, busco um jeito de cortar educadamente de alguma forma. Me respeitar faz parte do meu amor próprio e não abro mão disso!!

Reaprendendo

Trabalhei registrada em carteira profissional no Brasil por quase 25 anos no mercado publicitário.

Sou formada em jornalismo com MBA em marketing e hoje meu diploma está guardado na gaveta porque preciso traduzir para o inglês caso quisesse enfeitar a parede de casa.

Atualmente trabalho como life coach (atendo brasleiros que moram nos EUA), também faço doces brasileiros e pães de queijo para eventos além de trabalhar em um restaurante americano.

Escrevevo aqui no blog, comecei meu canal no Youtube recentemente e venho me reciclando, reinventando, reaprendendo.

Meu propósito com tudo isso é esse que estou fazendo agora, compartilhar tudo que fez e faz a diferença na minha vida para contribuir de alguma forma nessa vida louca (sempre brinco com isso) vivendo de forma mais leve e mais divertida, além de deixar um legado ao meu filho, família e a quem queira se juntar nessa jornada evolutiva da vida.

Se você se identificou de alguma forma com esse texto, vou gostar de interagir com você, comente ou marque um amigo que possa contribuir ou fazer à fazer a diferença!!

Juntos somos melhores e mais fortes!!

*Ps: Encerro esse artigo te convidando a ler esse artigo da nossa autora Fabiana Maia sobre o Poder da Gratidão que é tão gratificante!!

http://adrianajarva.com/a-magia-da-gratidao/

Gratidão e luz sempre!!

 

 

 

Veja também: